Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

EM SOL MENOR

EM SOL MENOR

Dia 14

Janeiro 14, 2021

Entrou calmamente, desenrolando o cachecol que trazia ao pescoço. Pediu um café ao balcão. Todos a olharam por um instante, antes de desviarem o olhar à pressa. Meio vergonha, meio pena, meio condenação. Ela parecia não ter qualquer preocupação, mas todos se fixaram no facto de não ter cabelo. Devia estar na casa dos trinta, e a confiança que transmitia dava a sensação que aquele cabelo - a falta dele, no caso - não passava de opção estética. No entanto, em todas as mesas se sabia que não o era, e em todas caiu uma pena condescendente que a sua pose refutava. Aquela opção por não disfarçar era isso mesmo, uma maneira silenciosa de mostrar ao que vinha. Era certamente passageiro, e ela sabia-o. Se os outros achavam o mesmo ou não, a ela era-lhe irrelevante. O ambiente ficou pesado na pastelaria. Ela era a pessoa mais leve que ali estava.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

4 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D