Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

EM SOL MENOR

EM SOL MENOR

Dia 116

Abril 26, 2021

Todos os dias acorda e liga à mulher. Às vezes não consegue atender, por estar a vida a acontecer-lhe. Os filhos estão na escola, não consegue falar logo com eles. A mulher não liga de volta, uma questão de tarifários, e tem de ser ele a ir tentando até atender. Não pode fazer chamadas de vídeo, no barco a rede que tem não dá para mais do que conversas curtas e aos engulhos. Ele fala, eles só ouvem segundos depois, e para não haver silêncios eles falam também antes de lhes chegar a pergunta. É normal haver duas conversas em paralelo, como duas linhas temporais distintas que só se cruzam no início e no final da chamada. Todos os dias acorda, liga à mulher, e arrepende-se de ali estar. Depois levanta-se, faz a barba, veste-se e vai trabalhar - não volta a pensar na família até ao almoço, quando já espera ter mensagens dos filhos. Se se lembrarem, porque muitas vezes os miúdos distraem-se e esquecem-se dele, que fica ainda mais abandonado ali, no meio do oceano.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub